Lições do Curso:

Lição 2 - A Hermenêutica

Introdução

 

         A palavra “Hermenêutica” deriva do termo grego Hermeneutike, por sua vez derivado do verbo Hermeneuo, significando a arte de interpretar os livros sagrados e os textos antigos. De modo geral e mais abrangente, ela fala da teoria da interpretação de sinais e símbolos de uma cultura, e a arte de interpretar leis.

        Segundo registra a história, Platão, o famoso filósofo da Grécia antiga, foi o primeiro a empregar a palavra “Hermenêutica” como um termo técnico. Desde então, a palavra sugere a arte de interpretar escritos antigos e atuais, sejam de ordem espiritual, das ciências ou do direito; para este fim existe a Hermenêutica com um sentido mais geral.

        Além da Hermenêutica geral como arte de interpretar os fatos da história, da profecia, da poesia e das leis, há ainda outro tipo de Hermenêutica, é aquela à qual particularizamos como “Hermenêutica Sagrada”, ligada essencialmente a compreensão e interpretação da Palavra de Deus. Somente quando reconhecemos o princípio da inspiração divina da Bíblia é que podemos conservar o caráter teológico da Hermenêutica Sagrada[1].

A necessidade do estudo da Hermenêutica

            A Hermenêutica tem como tarefa principal indicar o meio pelo qual é possível determinar as diferenças de pensamentos e atitude mental entre o autor de uma determinada obra, no caso um livro bíblico, e o leitor que lê.

            É a própria Hermenêutica que nos conduz à posição de entender que isto só é possível quando o leitor consegue transpor ao tempo e ao espírito do autor da obra que lê. No que concerne ao estudo das Escrituras Sagradas, não basta entendermos o que pensavam os seus autores humanos; necessário se faz entendermos a mente divina quanto ao propósito e a mensagem do livro bíblico em questão, uma vez que Deus é o seu autor. Aqui jaz a importância e a necessidade de um acurado estudo da Hermenêutica.

A razão dessa necessidade

            Para melhor compreendermos a necessidade do estudo da hermenêutica sagrada, imperioso se faz levarmos em consideração os seguintes pontos:

 

1 – Em decorrência da queda do homem, o pecado apagou a luz divina que nele jazia, bloqueando a capacidade original que ele possuía de reter a revelação divina consigo. Desse modo, pela natural inclinação do homem para o erro, urge a conjugação de esforços no sentido de evitar o erro na interpretação correta e prática da Palavra de Deus.

 

2 – Apesar das diferenças sociais, culturais, políticas e idiomáticas entre os homens, fatos que os distinguem e distanciam uns dos outros, a Bíblia Sagrada não deve ser interpretada ao bel-prazer de quem quer que seja, tenha a pessoa à cultura que tiver. É aqui que se evidencia a necessidade do estudo da Hermenêutica Sagrada sadia, como importante elemento auxiliar na interpretação do texto sagrado.

 

 

A importância do estudo da Hermenêutica

 

            O estudo da hermenêutica é de suma importância para todos os que lidam com a Palavra de Deus; isto inclui os futuros ministros do Evangelho e os cristãos em geral, pelo menos pelas seguintes razões:

 

  1. Somente o estudo inteligente das Escrituras Sagradas suprirá o material indispensável à base e alimentação da sua fé e conteúdo da sua teologia e mensagens.

  2. Cada sermão pregado deve ter a sadia exegese bíblica como fundamento.

  3. Instruindo os jovens da igreja, ou quando em visita aos membros desta, os ministros são solicitados a interpretar passagens das Escrituras. Em tais circunstâncias um razoável conhecimento das leis de interpretação do texto sagrado, estudadas neste curso, é de singular valor.

  4. Constitui-se responsabilidade do ministro cristão não apenas crer na verdade, mas também defendê-la da alta crítica e dos ataques das seitas heréticas. E como eles farão isso de forma convincente, inteligente e diligente se não sabem manuseá-la e ainda ignorando os princípios de sua interpretação?[2]

 

A importância desse estudo no contexto local

 

        É de interesse divino que não apenas creiamos na Bíblia Sagrada. Deus exige que a conheçamos adequadamente. De fato, chegou o tempo quando a maioria dos pregadores e ensinadores, principalmente aqueles que conhecendo apenas alguns textos bíblicos favoritos, se acomodam, sejam despertados a buscar a compreensão daquilo que Deus diz na sua Palavra como um todo. Nessa busca há primeiramente o auxílio interno do Espírito Santo, e depois o auxílio externo da Hermenêutica.

 

        Não devemos nos mostrar indiferentes diante do fato Brasil, até bem pouco tempo aparentemente fora do alcance da influência do liberalismo teológico, está hoje às voltas com os mais estranhos tipos de teologia (dentre os quais se destaca a chamada “Teologia da Libertação”), interpretando a Bíblia como bem interessa aos interesses de grupos.

 

        Deve pesar sobre os nossos ombros, além do cultivo da vida cheia o Espírito, a responsabilidade de nos apossarmos de todos os meios legítimos que nos propiciem maior e melhor conhecimento da Palavra de Deus. Só assim estaremos preparados para responder os ataques das heresias do tempo presente, e habilitados a contribuir para que os filhos de Deus sejam conservados sadios na fé e a prosseguirem na promoção dos interesses do reino de Deus.

 

Assim, concluímos nossa segunda lição.

 

___________________________________________________________________________

Próxima lição: Terminamos nosso conteúdo introdutório. A partir de terça-feira, na lição de número 3, iremos apresentar um texto complementar espetacular! Nossa indicação é que você o leia até que fique fixado em sua memória. Iremos passar os primeiros princípios de interpretação para os irmãos.

 

- Estamos quase chegando à parte prática do nosso curso, as REGRAS DE INTERPRETAÇÃO.

Será maravilhoso... Não haverá heresia que ficará de pé por muito tempo! Para a honra e glória do nosso maravilhoso Deus.

[1] Berkhof, Princípio de Interpretação Bíblica, Pág.: 11

[2] Baseados nos motivos de Berkhof, ob. Citadod nas Págs.: 12 e 13

___________________________________________________________________________

Responda as perguntas do questionário abaixo no corpo de um e-mail e nos envie.

Iremos receber, analisar e logo depois confirmaremos sua presença.

1 – Qual é a tarefa principal da Hermenêutica?

2 – Cite duas razões que justifiquem o estudo da Hermenêutica Sagrada?

3 – Até que ponto você acha importante a compreensão da Palavra de Deus pelo crente?

4 – Qual o principal fundamento para um sermão ser pregado?

5 – Qual a principal responsabilidade que deve pesar sobre nossos ombros para responder aos ataques das heresias do tempo presente?

Que o Senhor Jesus continue abençoando-os poderosamente.